sábado, 12 de junho de 2010

Música para se ouvir...

Não te darei flores não te darei

elas murcham, elas morrem
Não te darei presentes não te darei

pois envelhecem e se desbotam
Não te darei bombons não te darei

eles acabam, eles derretem
Não te darei festas não te darei

elas terminam, elas choram, elas se vão

Dar-te-ei finalmente os beijos meus
Deixarei que esses lábios sejam meus, sejam teus.
Esses embalam...esses secam...mas esses ficam.

Dar-te-ei

(Marcelo Jeneci/ Helder Lopes/ Veronica Pessoa/ José Miguel Wisnik)



Parceiro de Arnaldo Antunes (na balada Longe) e de Zélia Duncan (em Todos os Verbos), entre outros nomes, Marcelo Jeneci vai lançar seu primeiro disco em 2010.
Para quem ainda não liga o nome de Jeneci -à sua música, ele é co-autor de Amado, a balada composta com Vanessa da Mata para o CD Sim (2007) que virou hit em 2008.
Intitulado Feito para Acabar, nome de uma das inéditas que figuram no repertório, o álbum de Jeneci está em fase inicial de produção. Jardim do Éden e Tempestade em Copo d'Água são prováveis músicas do disco de estreia do ascendente compositor paulista.


Filho de pernambucano com mãe paulista, o primeiro contato de Marcelo Jeneci com a música veio da idolatria de sua família pelo Rei. “Desde pequeno, aprendi que caminhar, beber água e ouvir Roberto Carlos eram coisas naturais da vida”, conta.

Nascido e criado na Cohab Juscelino, em Guaianases, Zona Leste, Jeneci sempre escutou os sons populares, que mais tarde lhe dariam base musical. Hoje, com 27 anos, sua história se divide entre a bem-sucedida carreira de dez anos como instrumentista – que acompanhou gente como Chico César e Arnaldo Antunes – e a descoberta da sua veia de compositor.

O maior incentivo vem do pai, Manoel Jeneci, um autodidata com espírito de inventor, que sempre ganhou a vida consertando aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos e instrumentos musicais.

Aos 17 anos, Jeneci foi indicado por um amigo da família para tocar na banda de Chico César, que precisava de um músico que dominasse teclado e sanfona. Com uma sanfona emprestada do músico Dominguinhos (cliente do pai), o garoto foi aceito no grupo e um mês depois saiu em turnê pelos Estados Unidos, Canadá e Europa.
experiência na banda de Chico César levou Jeneci a trabalhar com outros nomes da música brasileira, como Elza Soares, Luiz Tatit, Vanessa da Mata e Arnaldo Antunes. Em 2007, já sentia que fazia intervenções autorais dentro das músicas dos outros pela sua maneira de tocar. Nascia aí um compositor.
A voz só começou a sair pela garganta, e com letra, quando Marcelo Jeneci resolveu comprar algo que não sabia tocar: um violão. “Piano e sanfona eram os meus instrumentos, eu me sentia à vontade. Mas as músicas não vinham. Parece que a habilidade atrapalha na horade compor, de criar alguma coisa que você quer que seja simples.”

Começou a fazer música e a procurar os amigos quando não conseguia terminar. O amigo e compositor José Miguel Wisnik conta que as primeiras músicas de Jeneci eram típicas de instrumentistas e que chegou a pensar que a elas não cabiam letras. “De repente, ele se tornou um cancionista, começou a compor canções e encontrou um caminho para criar”, diz.



Entre os palcos e o divã


Aos 19 anos, Laura Lavieri, é um dos destaques dos shows de Marcelo Jeneci. Os dois se conheceram em razão da amizade do pai dela, o músico Rodrigo Rodrigues (integrante do grupo Música Ligeira), com o jovem cantor.

Após a morte de Rodrigues, em 2005, Laura e Jeneci se tornaram parceiros musicais. “Eu a vi cantando pela primeira vez em homenagem ao pai. Me comovi muito. Era o nascimento de uma cantora e, por coincidência, eu estava me descobrindo compositor”, diz Jeneci. Laura cursa o segundo ano da faculdade de psicologia, estuda canto e violoncelo.

Ela começa a compor suas primeiras canções e se inspira na cantora norte-americana Fiona Apple. “É tão bom trabalhar com música que parece até um hobby”, brinca, e afirma que já decidiu seguir carreira no meio.



Um comentário:

  1. A primeira vez que vi esse nome foi no encarte do cd da Vanessa!! e agora atraves de vc passo a conhecer melhor e tornar-me fã de Marcelo Jeneci.!! bjos!! adorei o blog

    ResponderExcluir