domingo, 26 de julho de 2009

Como encantado ao lado teu

Depois de te perder,
Te encontro, com certeza,
Talvez num tempo da delicadeza,
Onde não diremos nada;

Nada aconteceu.

Apenas seguirei

Como encantado ao lado teu.


Todo o Sentimento (Chico Buarque)



Depois de 65 anos, inglesa volta atrás e diz 'sim'

Para os mais românticos: o amor é, definitivamente, lindo! Para os mais céticos, ele, definitivamente, é muito insistente!

Depois de 65 anos, o inglês Michael Fitter finalmente convenceu Mary Oaten a se casar com ele. Os dois se conheceram no fim da Segunda Guerra Mundial, em Londres, e começaram um breve romance.

Quando Michael resolveu tornar o namoro mais sério, Mary jogou um balde de água fria e sentenciou: está muito cedo para casamento.

Com a recusa, o namoro esfriou e os dois tomaram outros rumos na vida.

Constituíram famílias e agora, com 81 anos, finalmente conseguiram dar um happy end à história de amor que atravessou décadas. Desta vez, Mary disse 'sim'!

A chama voltou a reacender no coração inquieto de Michael quando ele ficou viúvo no ano passado. Por coincidência, Mary estava viúva havia poucas semanas.

"Eu sempre carreguei dentro do meu coração uma chama por ela. Quando ficamos sozinhos, rapidamente percebi que ela é a pessoa certa para mim", contou o recém-casado ao "Daily Mail".


Arqueólogos na Itália encontram um casal enterrado entre 5000 e 6000 anos atrás, num verdadeiro abraço de amor eterno

Pode chamar se de abraço eterno. Arqueólogos italianos descobriram os esqueletos de um casalque teria sido sepultado abraçado há mais de cinco mil anos.


- É um caso extraordinário – disse Elena Menotti, que liderou a equipe nas escavações perto da cidade de Mantova, norte do país. – Eles estão realmente se abraçando.

Menotti disse acreditar que os dois – quase certamente um homem e uma mulher, embora ainda não tenha sido confirmado – morreram jovens, porque suas arcadas dentárias estavam quase inteiramente intactas e não estavam gastas.


- Quando os descobrimos, ficamos muito entusiasmados. Tenho este emprego há 25 anos. Fiz escavações em Pompéia e vários sítios famosos, mas eu nunca fiquei tão comovida assim, porque esta é a descoberta de algo especial.


Um laboratório tentará determinar a idade do casal, a época da morte e há quanto tempo

estão enterrados.





Nenhum comentário:

Postar um comentário