segunda-feira, 13 de abril de 2009

O bar do Seu Zé

É de conhecimento público que os Estados Unidos estão passando por uma enorme crise financeira.
O que começou com uma crise no mercado imobiliário americano evoluiu ao ponto de tornar-se uma das maiores da história, perdendo apenas (por enquanto) para a quebra da Bolsa de Valores de Nova York, em 1929.

Para entender como a causa próxima da crise, nada melhor do que o Seu Zé...


O seu Zé tem um bar com clientes antigos e fieís.

Um belo dia decide que vai vender cachaça 'na caderneta' aos seus leais fregueses, todos bêbados, quase todos desempregados.

A turma se anima e o boteco vira um sucesso.

Como vai vender a crédito, ele pode aumentar um pouquinho o preço da dose da branquinha (a diferença é o que os pinguços pagam pelo risco do crédito).

O gerente do banco do seu Zé, um ousado administrador formado em curso de emibiêi na universidade de Mass of Two Shits, decide que as dívidas da caderneta do bar constituem, afinal, um ativo recebível, e começa a adiantar dinheiro ao estabelecimento tendo o pindura dos pinguços como garantia.

A moçada bebe ainda mais.

Uns seis zécutivos de bancos, mais adiante, lastreiam os tais recebíveis do banco, e os transformam em títulos CDB, CCTU, LDU, EMTU, CDU-B.VIAGEM, CDO, CCD, UTI, DST, SOS, SUS, DORT, etc.........ou qualquer outro acrônimo financeiro que ninguém sabe exatamente oque quer dizer.


Esses instrumentos financeiros alavancam o mercado de capitais e conduzem a operações estruturadas de derivativos, na BM&F, cujo lastro inicial todo mundo desconhece, mas são as tais cadernetas do seu Zé. Esses derivativos estão sendo negociados como se fossem títulos sérios, com fortes garantias reais, nos mercados de 73 países.


Até que um dia a mídia, sempre a mídia, resolve desconfiar da magia daquele negócio.

Uma nota no jornal mostra que os pinguços nunca terão a menor condição de pagar aquela dívida e que a caderneta não passava de uma ilusão.

Toda a cadeia vai para o buraco, menos os pinguços, que, indignados com a crise de confiança neles, resolvem simplesmente mudar de bar...





video video

Nenhum comentário:

Postar um comentário